Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Roubo do Cabrito Sousa

por Caravaggio, em 28.06.09

 

Minha Querida Joana Pastora Electrónica.

Soube que te roubaram o teu cabrito preferido, não só por ser aquele que te dava variados tipos de queijos, requeijão, serra, camanber, brie, mas também era o mais fiel do rebanho. Nunca te tinha dado nenhuma chifrada na anca e era descendente duma família de cabritos do Vale do Sousa, daí o Cabrito Sousa. Minha querida, não estejas triste, porque havemos de arranjar um no Parlamento Europeu, que para além de queijos também dê Bolos Reis.

O ladrão do Sousa é escandinavo, Norueguês, e a foto que arranjei da sua fuga com o Sousa na mota foi o negativo, o que tornou a imagem mais escura, sabe-se que está refugiado na Ikea, Suécia. Mas deixa lá és feliz comigo, e não querendo tirar o lugar do Sousa, que agora confesso, tinha um pouco de ciumito quando pegavas nele ao colo e eu ficava em terra.

Para alegrar: recebi as tuas urzes, as ortigas e as belas flores de açafrão (lilases com o estame da cor do sol) .

Sabes, Joana Pastora Adorada Electrónica, daqui só te posso enviar sacos de cimento e autarcas.

Ainda havemos ter muitos cabritinhos e eu também mudo-lhe as fraldas, mas não dispenso  de vez em quando, um vá passar umas férias até um forno de lenha, vamos pedir um Micró Crédito para comprares uma sala de ordenha, para teres mais tempo para estares comigo e eu já não ter tantos ciúmes dos cabritos.

Um GRANDE BEIJO para TI, Pastora.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:03


Tibete

por Caravaggio, em 28.06.09

Vou pró Tibete tirar um Curso de BUDA, vens? Não, vou para Ibiza em regímen de meia-pensão.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 00:18


Favas......acrílico do autor

por Caravaggio, em 26.06.09

 FAVAS não gosto nada de FAVAS. Os antigos diziam que no interior das FAVAS, encontravam-se as Almas dos Mortos, e evitavam comê-las, mas não era só esse o motivo. Descobriram que os impeliam para a luxúria, causavam insónias e ventosidades.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:53


Leonardo Da Vinci

por Caravaggio, em 25.06.09

  Sobre o Comportamento Impróprio à Mesa do Meu Senhor:

Nenhum convidado se deve sentar em cima da mesa, nem de costas voltadas para ela, nem ao colo de outro comensal.

Nem deve pôr as pernas em cima da mesa.

Nem se deve sentar debaixo da mesa, por pouco tempo que seja.

Não deve pôr a cabeça por cima do prato de comer.

Não deve tirar comida do prato do vizinho, sem primeiro lhe pedir licença.

Não deve colocar no prato do vizinho partes desagradáveis ou já mastigadas da sua própria comida, sem que primeiro lhe tenha pedido licença.

Não deve limpar a sua faca às vestes do vizinho.

Nem usar a sua faca para trinchar.

Não deve limpar à mesa as suas armas.

Não deve tirar comida da mesa, guardando-a na bolsa ou na bota para consumo ulterior.

Não deve dar dentadas nos frutos que se encontram na fruteira para  voltar depois a colocá-los nela.

Não deve cuspir à frente do meu Senhor.

Nem ao seu lado.

Não deve beliscar ou dar palmadas no vizinho.

Não deve arfar pesadamente ou dar cotoveladas.

Não revirar os olhos ou fazer caretas assustadoras.

Não deve meter o dedo no nariz ou no ouvido durante a conversação.

Não deve fazer maquetas, nem acender fogos, nem treinar-se na arte da pantomima em cima da mesa (a menos que o meu Senhor o solicite).

Não deve soltar os seus pássaros em cima da mesa.

Nem o fazer com cobras e escaravelhos.

Não deve tocar alaúde ou outro instrumento qualquer que possa importunar seu vizinho (a menos que o meu Senhor o solicite).

Não deve cantar, discursar, nem proferir impropérios, e menos ainda fazer adivinhas lascivas, quando ao seu lado estiver uma senhora.

Não deve conspirar à mesa (a menos que seja com o seu Senhor).

Não deve fazer propostas obscenas aos pajens do meu Senhor, nem abusar dos corpos deles.

Nem deve pegar fogo ao vizinho enquanto se encontra à mesa.

Não deve agredir um criado (a menos que seja em defesa própria).

E, se sentir vontade de vomitar, que saia da mesa.

Tal como se tiver de urinar.

 

Muito poucas pessoas comem cegonhas ou grous, hoje em dia. Pergunto-me porque será?

 

Como Atribuir ao Assassino o Devido Lugar à Mesa

Se se planeou um assassínio para ocorrer durante a refeição, o mais conveniente é sentar o assassino ao lado daquele que irá ser a matéria para o exercício dos seus talentos (se bem que a escolha entre o lado direito ou o lado esquerdo dependa necessariamente do método que vá ser utilizado pelo assassino), na medida em que, contendo a ocorrência numa área reduzida, serão causados menos transtornos ao prosseguimento da conversação. Na verdade, a fama de Ambroglio Descarte, o primeiro dos assassinos do meu Senhor Cesare Borgia, baseia-se largamente na sua capacidade para desempenhar a sua missão sem que um único comensal se dê conta do sucedido e muito menos seja incomodado pela sua actuação.

Depois de os criados procederem à retirada do cadáver - e de ocasionais nódoas de sangue - é uso corrente que o assassino se retire também da mesa, uma vez que a sua presença pode, eventualmente, perturbar as digestões dos convivas que agora se encontram sentados ao seu lado, e com este objectivo um bom anfitrião tem sempre um convidado de reserva à espera lá fora, pronto para ocupar o seu lugar à mesa no momento mais oportuno.

* Apontamentos de Cozinha de Leonardo Da Vinci (Edições Atena)

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:34


Era Ela (cont.14)

por Caravaggio, em 23.06.09

 

Todas as sextas-feiras Mary às 20h vestia um kilt que a sua avó escocesa lhe tinha dado, trepava para uma mesa de mármore, punha-se de cócoras a tocar gaita de foles, ligava a tv para ver o Pulido Valente a enxotar moscas com a mão esquerda.

Murphy perguntou-lhe várias vezes qual o motivo daquela "cerimónia" ao que Mary respondeu que ia tirar o mestrado em Jornalismo Politólogo, e que o seu orientador aconselho-a a treinar-se o mais possível em falar muito e não dizer nada!

Murphy aconselhou Mary a consultar um psicólogo, ao que Mary de imediato recusou e, só seria consultada por um daqueles que andam em pé em cima duma prancha, nas cristas das ondas, os outros andam deitados em pranchas muito mais pequenas, deitados e com barbatanas (pés de pato). Esses não falam e não passam receitas, só vitaminas. Os da prancha grande têm programas na tv, na rádio, nas universidades, e até passam receitas para fazer arroz malandreco.

Mary lá  decidiu ir ao médico da prancha grande e depois de variadíssimos diagnósticos, Mary muito envergonhada e com o olhar espetado no aparelho de medir a pressão arterial, confessou: Sr.. doutor-prancha-em-pé, eu vou sempre para cima da mesa de mármore com o kilt da minha avó, porque sempre adorei ter o quiosque frio. (continua)

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:50


LUA-COM-SOL.......do autor

por Caravaggio, em 23.06.09

Nunca há "UMA-LUA-SEM-SOL"

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 01:13


CIGARRILHA........pastel do autor

por Caravaggio, em 21.06.09

  Afinal a cigarra comeu a formiga na floresta e nasceu uma cigarrilha, como não perde tempo já está à espera dum charuto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:33


A Formiga e a Cigarra

por Caravaggio, em 19.06.09

 * Era uma vez uma formiga e uma cigarra.

Prevenindo-se para o inverno a formiga,comia,comia.comia, a cigarra cantava,cantava,cantava, a formiga comia, comia, comia, a cigarra cantava, cantava, cantava, a formiga comia, comia, comia, a cigarra cantava, cantava, cantava. A formiga tomou óleo-de-figado-bacalhau, a cigarra cantava, cantava, cantava, a formiga tomou a vacina contra a gripe dos leitões e comprou uma máscara, a cigarra cantava, cantava, cantava, a formiga foi por silicone no peito, a cigarra cantava, cantava,cantava.

Quando a formiga estava bem nutrida e preparada para o rigoroso inverno, a cigarra comeu-a e foi para a floresta fazer maroteiras com os cigarros.

* foto da cigarra a fugir pra floresta

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:47

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:24


SEA-LIFE

por Caravaggio, em 16.06.09

 Abriu ontem no Porto, junto ao Castelo do Queijo, o SEA-LIFE (Penitenciaria para peixes e afins). Este como é FUMADOR veio cá fora tirar duas num paivante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:52

Pág. 1/3



Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D





Posts mais comentados