Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




WEBILI - TEMPESTADE NO SEIXAL - tec. várias

por Caravaggio, em 27.09.15

Raios 4.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:12


9 comentários

De miilay a 29.09.2015 às 23:11

Amigo, que suave ...depois a explosão.<br />Lindo.Gosto<br />Abraço<br />miilay

De Caravaggio a 30.09.2015 às 02:12

Obrigado miilay . Tudo de BOM

De Maria João a 01.10.2015 às 17:11

Olá Bili , estou muito contente com as minhas aulas e já falei com pessoas que te conhecem e dizem-me que não compreendem porque nunca expões cá. Este teu trabalho está qualquer coisa de formidável, imagino em tamanho natural. Vá lá meu querido, pensa nisso. Ainda não contenho o riso da tua conversa com aquele senhor do restaurante onde fomos jantar na 3ª feira, ouvir-vos é de chorar a rir, já me aconteceu numa aula, o que vale é que era aula prática. Os meus Pais vão hoje para a Galiza, sem destino prévio, se tiveres tempo gostava de estar contigo, eu gaguejo mais do que já gago para tu me ensinares a falar a cantar com a minha voz de canalizadora, como tu dizes mas, daquela maneira, daquela forma com tão poucas palavras mas que me dizem tanto. Vou ficar feliz quando me responderes, tu gostas muito das pessoas. Dás-me um beijo de primeira ou de segunda, como tu dizes? Beijo Billy és tão bom comigo.

De Caravaggio a 01.10.2015 às 18:21

Joãozito Maria, ordem de trabalhos,....se quiseres amanhã por volta das 17h vens ter a minha casa, eu quero. Vamos até ali ao Lais de Guia bebermos um caipirinha para ficares com cor de camarão. Vamos jantar onde fomes na 3ª. Fui lá ontem com um amigo e o sr . Rocha funcionário, que é um grande bacano e muito meu amigo perguntou-me....aquela menina que veio cá jantar é francesa ou alemã. Oh sr . Rocha primeiro nem uma coisa nem outra....é portuguesa. Mas tem um cabelo tão loirinho e falava assim tipo com errrrrrres e tem olhos azuis. Sr. Rocha aquela menina já tem 30 e tal anos, mais pros 30. A Mãe e o Pai são loiros daí ela ter saído desbotada. M.J . eu adoro este sr . Rocha...chamo-lhe Nortada, quando me refiro dele a terceiros claro. Nortada porquê, lembraste de te ter dito que ele tem a cara em forma de quilha...como ele anda sempre muito depressa é para "cortar o vento norte". Trabalha que se farta e tem um colega que é um grande manganão , eu disse-te qual era. Esconde-se a traz do balcão a fazer de conta que está a arrumar ananases para não fazer nada. Olha minha ANJA , tem cuidado com as arruadas das eleições que ainda te roubam a carteira. Fica combinado para amanhã, quando estiveres para saíres de casa liga-me, está bem. Lembra-me para te falar das exposições cá, julgo que já te disse alguma coisa sobre isso. Salvo raras galerias, são uma cáfila de vigaristas , chulos e aldrabões exploradores. Como te digo não serão todos mas a maior parte são. Abrem no dia 1, pões lá os trabalhos, dia 30 fogem com o dinheiro ou com os trabalhos. Nota uma coisa também há os "sérios" que te levam 50 a 60%. Olha minha Anjo, um beijo no teu cabelo que eu o sr . Rocha gostamos tanto mas eu mais. Vai preparada para amanhã dizer-lhe que tu és Cubana. Maria João, amanhã vem contigo e traz-me rebuçados de S. Brás o Patrono das dores de garganta.

De Joana Burmester a 05.10.2015 às 23:49

Acabadinha de chegar da Germania, digo-te desde já uma coisa, estou cheia de saudades tuas e sei que tu de moi , é verdade? Fui ultimar as últimas alíneas do contrato com o Consórcio de Munique e está tudo em ordem para começar no mínimo em Janeiro de 2016, gostava e é mesmo preciso, que venhas lá comigo porque tenho de entregar o projecto e quanto às imagens preciso dos teus olhos e da tua cabeça, para isto. Para o resto inteiro. Estive com o meu primo que no Sábado foi-me mostrar algumas obras que tem por ali perto, adorei são zonas residências com habitações lindíssimas, conheces o género né ! O João Paulo manda-te um grande abraço e perguntou-me se estás contente com o nosso FeCePe . Anda com uma avezinha Norueguesa muito simpática que esteve a estagiar no atelier dele. Por falar em avezinha, fartei-me de rir com a discrição que o sr . Rocha fez da Maria João por ela ser tão loirinha, porque lembrei-me que naquele jantar em minha casa e vocês entraram também pensei que tivesse origem escandinava ou por ali. A M.João disse, pais portugueses embora os dois loiros, mesmo de Portugal dos portugueses, avós a mesma coisa. Admira-me ainda não a terem apanhado para modelo ou afins. A partir de 5ª feira estou mais livre e gostava de estar contigo. Vê se arranjas mais um lugar aí no parque, desde que não tenha parcometro. Gosto imenso deste teu trabalho o que mais adoro é quando estás a fazer os teus trabalhos estás com uma alegria e ao mesmo tempo uma concentração que chega a ser impressionante pelo contágio que transmites. Sabes, às vezes quando estou a trabalhar penso nisso e fico com os olhos cheios de gotinhas, a sério Webili fico tão contente. Fala comigo e telefona. Meu, meu, meu.

De Caravaggio a 06.10.2015 às 00:55

Joana da minha imagem, das minhas gotinhas nos olhos, da minha cabeça e de mim. Porque me és tão querida, és a única pessoa que às tantas da madrugada até ao dia nascer me vez a trabalhar nisto. São as horas que adoro, quando a noite está a passar aquela luz que eu chamo parto natural, tu estás aqui e vez nascer porque sei que a tua capacidade o permite, será porque tu és uma continuidade de mim ou eu de ti? Por ser tão bom vamos deixar assim. Quanto a parto, mesmo parto verdadeiro, eu seria incapaz de assistir se fosse de uma mulher minha e meu filho a nascer. Se fosse desconhecida e precisasse até fazia de parteiro. Quando fui operado falava muito com uma enfermeira que estava a acabar a especialidade de parteira, Quando saía de serviço às 23h vinha-me sempre contar-me o que tinha partado nesse dia. Quando saia de madrugada vinha sempre à minha cama tirar-me o auricular do rádio do ouvido, eu fazia-lhe uma festinha na mão. Sabes Joana, quando ela falava tinha uma expressão e um olhar de centenas de pessoas, era tão bonito ver aquela cara. Quando à Maria João, mora em Guerra Junqueiro, casa dos Pais, não muito longe da casa onde moravas cá no Porto. A 30 mts , no mesmo passeio fica o Colégio Alemão, que a M.J . frequentou deste o Kindergarden até acabar. Naquele colégio como sabes desde que se entra na porta até acabarem as aulas só se fala alemão, isto durante 7 anos. Se têm 1 negativa a qualquer cadeira no período a seguir já não entra. Acabado o colégio a M.João foi para Hamburgo 2 anos tirar um mestrado em Literatura Germânica. Portanto é bilingue. Embora tu também saibas alemão se precisares de alguma coisa já sabes. Para modelo, tvs e que tais fizeram-lhe vários convites mas a Maria João nunca foi dessa secção. Minha querida já deves ter adormecido com este relatório, mas deixa lá, fazes de conta que estás aqui comigo no corte e na kuskice . Maine Liba.

De Caravaggio a 06.10.2015 às 01:02

Errata..... vinha-me sempre contar-me. Vinha sempre contar-me

De Maria João a 06.10.2015 às 14:35

Querido Billy , gostei do pormenor como descreveste à Joana as minhas andanças colegiais, e mais, por ainda te teres lembrado do que te fui contando ao longo dos nossos episódios falantes e entremeadas.Tens uma forma de dialogar, tão descontraída e tão alegre, que quando estou a falar contigo tenho a sensação que estás noutro hemisfério, não é verdade, tu fixas tudo com uma capacidade invulgar menos estares contactável telefonicamente, és um autêntico pirralho. Faltou uma coisa, quando vim de Hamburgo estive 6 meses em Portugal e fui um ano e uns meses para Inglaterra mais propriamente para Cambridge também para as literaturas que tanto na Alemanha como em Inglaterra era  praticamente sobre História de Arte o que está e estará a ajudar-me muito. Quanto aos convites para modelo, tvs , publicidade e afins tive vários mas, não tinha nada a ver comigo. Poderia ter feito teatro porque no colégio pelo menos fazíamos três peças por ano, eu adorava, eram representadas em alemão.  Não eram do género do "atirei o pau ao gato" Só não queria ter na minha farda do colégio a cruz suástica, isto era o que eu pensava, melhor imaginava. Sabia perfeitamente distinguir a organização pessoal, a determinadas matérias circundantes que alguns profs nos tentavam incutir, isso riscava logo Billy . Foi desde os 6 anos até aos 16 com vantagem para mim e meus Pais, sair de casa andar 30 metros e estar no colégio. Apesar disto fui tendo sempre a liberdade à medida do meu crescimento. Apesar da profissão que têm, sei perfeitamente que ainda hoje sou a prioridade Deles. Adoro-os, a ti também mas doutra forma. Queria estar contigo vê lá oh artista. Um beijo com gaguês pelo meio. Billy olha que aquilo da cruz suástica na farda é brincadeira minha mas tu sabes o que quero dizer. Mio Sandokan 

De Caravaggio a 06.10.2015 às 15:49

João Maria...vou dizer-te uma coisa, quando estou a conversar com uma pessoa de que gosto muito que é o teu caso, não consigo estar sério, com ar pesado, rio-me, meto pregos, coisas que nada têm a ver com o assunto é sinal que estou interessado e aproveito para pescar alguma coisa com a minha aparente distracção. Joãozito quando tenho assim um dialogo é muito bom sinal, estou a gostar do que ouço, mais gosto da pessoa, interessa-me. Quando digo só....sim, pois, é, claro e estou com os braços cruzados é sinal que não estou a ouvir nada, mas mesmo nada. Também tenho de ter outro tipo de postura noutras circunstância claro. Contigo João, ainda gosto mais, porque além de falares por parábolas tens aqueles intervalos que adoro porque dão para fazer uma maroteira.Porque além de seres uma querida és inteligente e sabes que não faço isso por maldade nem com outras intenções. Quanto aos teles , sou um displicente total mas as pessoas sabem que tenho um fixo que atendo sempre desde que esteja em casa e que não diga no visor "privado"..nunca atendo. Amanhã ao fim da manhã vou ter contigo à escola, vamos conversar no jardim que da última vez que estive aí tinham sido invadidos por dois contentores que faziam de atelieres de escultura, não se admite. Conheci algumas pessoas que andavam no Colégio Alemão. Só havia um mês de férias Agosto, 1 de Setembro aulas...é mesmo assim. Em tempos idos tinha lá uma pomba-correio que me levava as minhas mensagens e vice versa, a uma avezinha que andava lá e porque tínhamos uns pispautérios era muito vigiada. Contacto só quando eu entrava pela chaminé tipo Pai Natal e quando a luz da sala da frente depois da meia noite estava acesa. Quando fazia essa manobra lembrava-me sempre do Bocage e fartava-me de rir. Mas deu resultado,,,nunca descobriram que o gato foi à filhós. Joãozito querida, tens uns braços tão lindos, nunca uses unhas de gel. Logo por volta das 10.30 vou tentar telefonar-te. Ma Cibelle Mon Amour

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D





Posts mais comentados